conversadetravesseiro

segunda-feira, Junho 16, 2014

Miguel Torga

Recomeça...
Se puderes,
Sem angústia e sem pressa.
E os passos que deres,
Nesse caminho duro
Do futuro,
Dá-os em liberdade.
Enquanto não alcances
Não descanses.
De nenhum fruto queiras só metade.

E, nunca saciado,
Vai colhendo
Ilusões sucessivas no pomar.
Sempre a sonhar
E vendo,
Acordado,
O logro da aventura.
És homem, não te esqueças!
Só é tua a loucura
Onde, com lucidez, te reconheças.

Miguel Torga, Diário XIII

segunda-feira, Maio 12, 2014

Amor

Há dias ouvi uma escritora (acho que foi a Rita Ferro)  dizer, mais ou menos isto: « o amor precede a pessoa amada »...
Esta frase bateu-me duma forma que fiquei a pensar nela até hoje.
Amar e ser amado, que são faces da mesma moeda, são uma necessidade do ser humano.Somos criaturas de amor. Só nos realizamos por amor e na medida em que formos capazes de amar. Esta certeza é muito profunda em mim.
O amor existe em nós. Deixá-lo fluir é a única forma de nos mantermos em equilíbrio e felizes.
 O primeiro erro que cometemos quando nos tornamos adultos é tentar acorrentar o amor. Tentamos cataloga-lo, pôr-lhe rótulos, dar-lhe coordenadas. E corre mal...
Amar é uma capacidade inata que vamos poluindo de tal modo que chegamos a dizer que amar faz sofrer. E confundimos o amor.
Precisamos de amar, como precisamos de respirar, de beber, de dormir, de comer. É simples!


   

quinta-feira, Janeiro 16, 2014

Memórias

A vida é sempre pouca.
 Em geral somos lentos a encontrar a felicidade. Procuramo-la muitas vezes onde ela não está, deixamos de ser felizes por tudo e por nada, e nem nos apercebemos do tempo que desperdiçamos.
A morte de alguém conhecido faz-me reviver memórias. Memórias felizes.
Dou-me conta de que grande parte da minha vida tentei olhar só para o futuro. Durante algum tempo julguei mesmo ter perdido muitas memórias da infância e da adolescencia.E não me importava com isso.
Hoje dei por mim, invadida por memórias que julgava perdidas para sempre. E sabe bem! Não quero ficar parada em recordações, mas memórias felizes são boas!
Acho que isto é sinal de envelhecimento, melhor, de amadurecimento. Quando temos menos futuro é normal querer agarrar o passado.
Não sei o que é que o futuro me reserva, mas terei sempre bons momentos onde regressar.





segunda-feira, Junho 17, 2013

A vida simples é boa, quase sempre.

quarta-feira, Março 06, 2013

Hoje

Alguém dizia: « não há mulheres feias, há mulheres preguiçosas».
Acordei com esta frase a fazer eco.Talvez ande um pouco preguiçosa...Decidi tornar o dia especial. Não porque esperasse algum encontro romântico ou para agradar a alguém, mas para me sentir especial.
Como as flores, que conseguem perfumar, alegrar e suavizar a dureza das paisagens mais inóspitas, acho que as mulheres têm o mesmo dom e dever.




Imagem de Deus

O homem e a mulher juntos são a verdadeira imagem de Deus.
Creio que não há nada mais sublime do que a verdadeira união de um homem e uma mulher. Esta união é física e mental.Vejo-a como duas peças que existem  por si só mas quando encaixadas originam uma entidade diferente e muito melhor e mais bela.
Talvez existam poucas uniões assim plenas. Não será fácil, num puzzle de tantas peças, encontrar as que encaixam na perfeição. Por vezes forçando um bocadinho lá se consegue o dito encaixe, e quase não se dá pela deformação. Mas essa não é a imagem certa!
Não imagino nada melhor do que viver por amor, mas quando não se encontra a peça exata será melhor não forçar.

sábado, Janeiro 19, 2013

Mudança

Há alturas na vida em que tudo o que desejamos é uma mudança. Outras em que gostaríamos que tudo permanecesse para sempre igual.
Pessoalmente não tenho medo da mudança. Recomeçar é sempre oportunidade de fazer melhor. Mas gosto de pensar que algumas coisas não mudam. Essas são os pilares a que me agarro quando o chão me foge.

sábado, Agosto 18, 2012

Desalento

« Tudo o que a vida nos pode dar é um certo conhecimento dela que chega tarde demais».